segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Dengue

Dengue

O verão está chegando e, com ele, vem o aedes aegypti, o mosquito
transmissor da dengue e da febre amarela. A Prefeitura já está agindo
desde o verão passado, fazendo com o que fumacê percorra várias ruas da
cidade. Só tem um detalhe: muita gente fecha a janela quando o fumacê
passa. E mais: muitos continuam a ignorar as recomendações para combater
o mosquito.

CUIDADO COM ÁGUA PARADA
No verão, as chuvas e o calor tendem a aumentar a proliferação do
mosquito transmissor. O mosquito da dengue gosta de água limpa e parada.
Por isso, preste atenção em plantas na água, pratos com xaxim e vasos,
caixas d´ água e cisternas mal tampadas, piscinas, poços, recipientes
plásticos, bocais de garrafas nos muros, pneus, aquários e marquises.
Observe também latões e todos os recipientes que possam acumular água da
chuva. Todos devem estar bem vedados.

ELIMINANDO O MOSQUITO
Sua planta pode ser um foco do mosquito da dengue. Mas é fácil eliminar
a larva. Ao regar as plantas, duas vezes por semana, use a seguinte
mistura de água com água sanitária. A planta não morre mas a mistura
mata as larvas.

BROMÉLIAS
Estas plantas são ideais para a proliferação do aedes, pois suas folhas
acumulam água. Para evitar que isso aconteça, use a mistura de água com
água sanitária ou lave a planta com um forte jato de água.

LIMPEZA
As fêmeas costumam depositar seus ovos nas paredes de recipientes.
Esfregue-os com um pano ou bucha ou substitua a água dos vasos de
plantas por areia.

SINTOMAS
Febre alta, dor no corpo e nos olhos, dor de cabeça, vômito e diarréia.

TRATAMENTO
Hidratação ( beber pelo menos 3 litros d'água por dia) ou soro na veia.

COLABORE
Lembre-se: por decreto, todos são responsáveis pelo combate ao mosquito.
Siga as recomendações das autoridades sanitárias. A eliminação dos focos
não pode ser feita só pelo fumacê. Cabe a cada um, em sua casa, nos
condomínios, empresas, órgãos públicos, empresas e comércio zelar pela
bem estar de todos. Ajude a eliminar os focos do mosquito da dengue. A
população agradece.

Saiba como se prevenir contra a Dengue

* Evite deixar plantas em vasos com água, substituindo a água por terra.

* Troque semanalmente a água dos vasos das plantas e lave com uma escova
ou pano os pratinhos que acumulam água.

* Lave as jarras de flores para eliminar os ovos dos mosquitos que ficam
grudados nas suas paredes.

* Para não acumular água, as latas devem ser furadas antes de jogadas
fora.

* As garrafas vazias devem ser guardadas de boca para baixo.

* Lave os bebedouros dos animais com escova ou bucha e esvazie-os à
noite, sempre que possível.

* Pneus velhos devem ser mantidos em lugares cobertos para não acumular
água da chuva.

* Os poços, tambores, caixas d´água, cisternas e outros depósitos de
água devem estar sempre tampados.

* O lixo caseiro deve estar ensacado e posto à disposição da limpeza
urbana nos horários previstos.

Perguntas mais freqüentes sobre a Dengue

- Quais são os sintomas da dengue?
Febre, dores de cabeça, dores nas articulações, fraqueza, falta de
apetite, manchas avermelhadas na pele, coceira no corpo atingindo também
palmas das mãos e plantas dos pés, pequenos sangramentos de nariz ou
gengivas, náuseas, vômitos, diarréia, dor abdominal, tonturas ao sentar
ou levantar; vertigem, sonolência, torpor, confusão mental, convulsões,
coma, pré-choque caracterizado por queda de pressão arterial com
tendência a pressão convergente, diminuição ou ausência do fluxo
urinário, muito suor, frieza de extremidades; pulso fraco ou
imperceptível.

- Quais as medicações que podem ser tomadas no caso de dengue?
O paciente deve se manter bem hidratado, ingerindo muito líquido (água,
sucos, sopas). Pode tomar o paracetamol para aliviar dores e febre. O
ideal é procurar atendimento médico. Não deve tomar nenhum medicamento
que contenha ácido acetilsalicílico.

- Onde buscar atendimento?
No posto de saúde ou hospital mais próximo de sua residência.

- Para que telefone ligar para denunciar possíveis focos?
Tele-Dengue: 2575-0007

- Quais os locais onde podemos encontrar focos do mosquito?
Em qualquer local que possa juntar água limpa e parada: pratos de vasos
de plantas, caixas d'água mal tampadas, latas, garrafas, plásticos,
cacos, pneus, piscinas sem tratamento da água, calhas, etc.

- O que se recomenda às pessoas que estão com os sintomas da doença?
O principal é procurar atendimento médico. Além disso, é importante
fazer repouso e iniciar a hidratação o mais rápido possível, bebendo
muito líquido, incluindo soro caseiro.

- Qual o tempo de incubação do vírus?
De três a quinze dias, em média 5 a 7 dias.

- É verdade que o mosquito da dengue só ataca durante o dia?
Sim. O Aedes aegypti é diurno e gosta de calor, umidade e água limpa e
parada.

- Qual é o raio de vôo do mosquito?
De 300 a 1000 metros

- Em que parte do corpo ele ataca?
O mosquito ataca mais nas pernas, mas pode picar qualquer parte
descoberta do corpo.

- Velas de citronela ou andiroba e repelentes ajudam a evitar a dengue?
São paliativos, que não eliminam o mosquito e o mantêm distante por
algum tempo. As velas têm raio de alcance restrito. Os repelentes
possuem duração de proteção limitada.

- Quais os sinais que podem alertar para uma evolução mais grave da
doença?
Sangramento, tontura ao sentar ou levantar, dor abdominal e vômito.
Neste caso procurar imediatamente um serviço de emergência. As pessoas
acima de 60 anos e com doenças crônicas associadas ou aquelas que já
tiveram dengue anteriormente devem procurar atendimento médico às
primeiras manifestações suspeitas de dengue.

- Todo mosquito Aedes aegypti tem o vírus da dengue?
Não. Ele se torna portador do vírus ao picar alguém contaminado. As
fêmeas podem passar o vírus para seus ovos, gerando mosquitos que já
nascem contaminados. O Aedes portador do vírus contamina toda pessoa
picada que pode ou não desenvolver a doença aparente.

- Quanto tempo vive um Aedes?
O período de vida é, em média, de trinta dias.

- Quem já teve dengue está imune a contraí-la?
Não. Há quatro tipos de dengue. O paciente só fica imune ao tipo que
produziu a infecção.

- Como diferenciar a dengue de outras viroses?
Só com o exame de sangue específico.

- O perigo maior é em casa ou na rua?
Em casa. Calcula-se que 90% dos focos do mosquito sejam domésticos.

- O fumacê resolve o problema?
Não, mas ajuda. Ele mata parte dos mosquitos adultos na área de
aplicação da fumaça, mas seu efeito é de três horas.

- Como evitar focos de mosquito nas plantas?
Coloque areia no prato ou troque a água uma vez por semana. Mas não
basta esvaziar o recipiente. É preciso esfregá-lo, para retirar os ovos
do mosquito depositados na superfície da parede interna, pouco acima do
nível da água. O mesmo vale para qualquer recipiente com água.

- Além dos vasos de plantas, que outros possíveis focos devem ser
combatidos?
Pneus velhos devem ser furados e guardados com cobertura ou recolhidos
pela limpeza pública. Garrafas pet e outros recipientes vazios também
devem ser entregues à limpeza pública. Vasos e baldes vazios devem ser
colocados de boca para baixo. Limpe diariamente as cubas de bebedouros
de água mineral e de água comum. Seque as áreas que acumulem águas de
chuva. Tampe as caixas d'água.

3 comentários:

Lary disse...

Acho que see vcs se empenhareem maiis . o texto fica mais agradavel para os leitores . esse texto teem muitas perguntas .dificitando o leitor a desenfereciar as perguntas da respostas .

Obrigada .
Desculpee qualqueer coiisa
bjoos

Agoraa to iindo . pq so eu posto !
ahahauhauhau

bjão :)

2° ano A disse...

iaê gostei muito i vou postar um parecido nu mew blogg pah poder ajudar nu combate contra a dengue.

Djanira disse...

Muito boas as dicas, levarei o assundo para a Escola Dominical, devemoos todos trabalhar para exterminar essa praga.
Djanira Lucia Dutra -7º p Serviço Socoal- Viçosa-MG